23 de mai de 2011

Calçada - Rua Chaad Scaff esquina com a Rua Joaquim Murtinho

 

Esta calçada foi reformada recentemente. Sua superfície é regular, estável e antiderrapante, contendo sinalização tátil direcional e de alerta (quando necessário). Porém, na maior parte da extensão do piso tátil direcional, existem vagas demarcadas para os clientes estacionarem, onde os carros acabam parando em cima do piso direcional. Assim, como um deficiente visual que trafega por este trecho poderá guiar-se?



O revestimento da superfície é antiderrapante e há sinalização tátil no piso, mas existem rachaduras neste trecho. Novamente, os veículos estacionam nas vagas demarcadas e acabam ficando sobre o piso tátil direcional, onde, além de interferirem na continuidade do piso tátil, tornam estreita a faixa de livre circulação, dificultando o tráfego de pedestres (como um cadeirante, por exemplo, poderia passar por este espaço?).  

Este fato vem reforçar que não basta apenas uma boa estrutura, mas também consciência para construí-la e utilizá-la de forma correta, visando atender "todas" as pessoas. Especificamente no caso descrito acima, as adequações no local deveriam atender tanto aos pedestres que circulam por estas calçadas quanto aos próprios clientes do estabelecimento.


Maria Alice Furrer

Fotos: Giuliano Lopes (30/04/2011)

Nenhum comentário:

Postar um comentário